FANDOM


Editar

Age of Empires III

No Age of Empires III original, os iroqueses são uma tribo menor que pode ser encontrada nos mapas Saguenay, Nova Inglaterra e Grandes lagos. Treinam duas unidades: a Machadinha Iroquesa e o Mantelete iroquês. A primeira é uma unidade de ataque a distância que atira tomahawks (machadinhas) nos inimigos, e é uma unidade que tem um bom HP, bom ataque e um bônus contra cavalaria. Como é uma unidade de ataque a distância, mantenha essa distância o máximo que puder, ou até a cavalaria os fará em pedaços. O Mantelete, uma unidade lenta de ataque a distância com um grande HP, carrega um escudo de madeira grande, que o protege de tiros de unidades de ataque a distância e edificações. Mantenha-os longe, porquê o Mantelete não tem muita resistência contra unidades de ataque corpo-a-corpo, como cavalaria.

-Sua primeira tecnologia, o Lacrosse, dá a suas unidades de ataque a distância mais ataque.

-A segunda tecnologia, A Liga Iroquesa, deixa você treinar as unidades iroquesas em seus quartéis.

-A terceira te dá um mantelete iroquês por cada 2 minutos que a partida durou, ou seja, se a partida durou 1 hora, você ganha 30 manteletes.

Age of Empires III- The Warchiefs

Na Expansão The Warchiefs, a tribo Iroquesa foi substituída pela Huron, e os Iroqueses agora são uma facção que o jogador pode escolher para jogar. Você começa com 5 aldeões, 1 chefe de guerra (explorador) e 1 travois (uma unidade que constrói qualquer edifício grátis e de maneira mais rápida). O chefe de guerra é um explorador forte, com a habilidade de converter guardiões de tesouros e a habilidade do Olho de Águia, um tiro que dá dano a distância em vários inimigos. Em minha opinião de jogador, esta é a civilização nativa mais poderosa, apesar de não ser minha preferida.

Infantaria-A Infantaria iroquesa é uma poderosa força, se esta estiver a distância. É uma das únicas do jogo em que não existe infantaria corpo-a-corpo, apenas unidades de ataque a distância.

-Tomahawk: Uma unidade que lança machadinhas no combate. Não custa moedas, apenas Madeira e Alimento. O tomahawk tem bom ataque, pontos de vida e alcance, tem um bônus contra a cavalaria e é relativamente barato, porém qualquer unidade de ataque corpo a corpo os aniquila facilmente. Então lembre-se: Mantenha a distância o quanto puder.

-Aenna (Arqueiro): O Aenna é um excelente arqueiro com um moderado HP, um bom ataque e um bônus contra a infantaria. Não custa nem madeira nem moedas, apenas 100 unidades de alimento; o mesmo custo de um aldeão. Ele tem um bônus de ataque contra infantaria, então, mantenha distância, pois um grupo de cavalaria pode acabar com seus arqueiros. Essa unidade, juntamente com o Tomahawk, são uma boa combinação na Era II (Era Colonial), pois nesta era a artilharia ainda é uma rara vista no campo de batalha.

-Olheiro da floresta (Escaramuçador): É uma unidade de ataque a distância da Era III (Era das Fortalezas), com um moderado HP, bom ataque e excelente alcance. Essa unidade tem um excelente bônus contra infantaria pesada, e pode destruir um mesmo número de infantaria, mesmo que seja de ataque a distância, rapidamente. Ele é fraco no combate corpo a corpo e a cavalaria é devastadora contra o Olheiro.

Cavalaria- Uma cavalaria que não é uma das melhores do jogo, mas que é forte.

-Cavaleiro Kanya: Uma unidade de cavalaria de ataque corpo-a-corpo, com um bom número de pontos de vida e bom ataque. O custo é alto em Alimento (150), mas não custa moedas, apenas 75 unidades de madeira. Tem um bônus contra infantaria leve de ataque a distância (escaramuçadores) ,arqueiros e são bons contra artilharia.

-Ginete com Mosquete: Uma unidade da Era III (Era das fortalezas) Como o nome sugere, ele carrega um mosquete e tem um bom HP, bom alcance e ataque. Ele tem um bônus contra cavalaria, então, mantenha-os longe dos cavalos inimigos e os Ginetes trarão um fim a eles.

Artilharia- Este é o ponto em que os iroqueses brilham entre as civilizações da expansão, ou até mesmo se comparada a outras nações.

Mantelete: É uma unidade com Grande HP, alcance moderado e bom ataque. o Mantelete carrega um escudo grande de madeira, o que os torna excelente contra edificações e unidades de ataque a distância, seja esta infantaria ou cavalaria. Agora no combate corpo a corpo, o mantelete perde para a maioria das outras unidades. Bote alguns desses em frente de seu exército e crie uma muralha contra edificações ou unidades de ataque a distância!

Aríete: É uma unidade de cerco que carrega um tronco que é usado contra edificações. Não há muito o que falar aqui, pois este é bom apenas contra edificações, mas padece contra qualquer outra unidade.

Canhão Leve: O canhão leve é uma unidade de artilharia que é excelente contra outros canhões, infantaria ou edifícios, mas perde para unidades corpo-a-corpo. Este canhão, quando se tem uma economia boa, pode ser construído em massa pelo jogador.

A civilização iroquesa, em resumo, é uma civilização com uma razoável infantaria, boa cavalaria e excelente cerco. Em notas: Editar

Infantaria- B-

Cavalaria- B

Artilharia- A

Justificação- Editar

Infantaria: Apesar de ter uma excelente combinação dos Aennas e Tomahawks na era II (Colonial) e ser boa na era III (Fortalezas), esta perde a força na era IV (Industrial) e com a falta de uma unidade corpo-a-corpo e um bônus dedicado a infantaria, a infantaria iroquesa não é uma das melhores do jogo, mas consegue se segurar na média (B-).

Cavalaria: A unidade base (Cavaleira Kanya) não custa moedas e o Ginete com Mosquete é uma boa cavalaria anti-cavalaria. Apesar de apenas ter 2 unidades, ambas tem um bom HP, bom ataque e podem ser fabricadas rapidamente devido ao custo relativamente baixo. Ao contrário da infantaria, esta não perde sua força no final do jogo, mas novamente sem nenhum bônus ou unidade selvagemente boa, fica com a nota B.

Artilharia: Manteletes que protegem suas unidades do fogo inimigo, aríetes para derrubar torres e fortes e um canhão anti-tudo que está no jogo (até navios), o cerco iroquês é um dos melhores do jogo. Relativamente caro, muito bom contra seus alvos, fácil de massificar com uma boa economia, a única civilização nativa com um cerco digno de um A.